sexta-feira, 9 de agosto de 2013

MARCO AURÉLIO MONTEIRO DE BARROS – NOSSO PATRONO

Marco Aurélio Monteiro de Barros nasceu em 23 de fevereiro de 1879, na Fazenda Timóteo, Laranjal. Filho de Aurélio de Souza Monteiro e Francisca Domingues Monteiro Silva.
Iniciou sua vida profissional em Barra Mansa – RJ- trabalhando na Cia de Minério, onde era carreirista.
Mais tarde, mudou-se para São Martinho, transferindo-se para a Fazenda Arranchador – paragem de tropeiros – iniciando no comércio de café, onde fez sua fortuna.
Casou-se aos 30 anos com D. Laura Mâncio Monteiro de Barros, com quem teve 13 filhos: Maria da Glória, Zilda, Zélia, Rubens, Newton, Clóvis, Antônio, Walter, Maria de Lourdes, Zeni, Marco Aurélio e dois faleceram logo após o nascimento.
Após seu casamento foi morar na casa de seu sogro José Antônio Monteiro da Silva, na Fazenda Santa Cruz, onde seus filhos nasceram.
Mais tarde, adquiriu um imóvel em Providência, criando a Firma Monteiro de Barros Ltda. Era comprador de café junto com seus irmãos Ed e Júlio Monteiro de Barros.
Também investiu na agricultura, deixando 12 fazendas num total de 2000 alqueires de terra e um 500 alqueires em Tombos.
Plantava café, criava porco e gado leiteiro, sendo um dos maiores fornecedores de leite para o Rio de Janeiro. Foi um grande incentivador na formação dos filhos. Era exigente com os estudos.
Em Providência ajudou nos esportes, criando o “Esporte Clube Marco Aurélio”. Em Leopoldina fez parte do Conselho Municipal, por ter sido o maior contribuinte da Prefeitura.

Na política apoiava o senador Ribeiro Junqueira. Em 1934 sofreu um derrame e faleceu 05 anos depois, no dia 03 de maio de 1939, deixando os negócios nas mãos de seu filho Newton Monteiro de Barros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário